O poder que dás aos outros!

em 23.4.16



Pointing to another world will never stop vice among us; shedding light over this world can alone help us. ~Walt Whitman | Jake Olson Studios:

O poder que dás aos outros, define-te!

Só poderás dispensar a importância que mereçam realmente, de contrário deixarás de ser tu para seres o que querem de ti. Só deverás aceitar o que te disserem se fizer sentido para ti. Só te deverás deixar abater, se achares que estão acima de ti e que têm, ou conseguem, mais do que tu mesmo.

Eu em primeiro lugar. Eu, a ser quem determina até onde devo ir e de que forma. Eu a escolher quem me acrescenta e quem não faz, de todo, falta. Eu a ser eu, até quando os outros não querem. Eu a escolher e a decidir.


Há muito que percebi que não poderia mudar o mundo, e muito menos quem não quer ser mudado, por isso passei a fazer as minhas próprias caminhadas e a escolher os percursos, mesmo que sinuosos. Há muito que desisti de querer quem não me quer e deixei ir quem escolheu outra rua, cores novas e lugares que não reconheço. Há muito que me coloquei na minha dianteira e segui, de forma segura, até quando as pernas tremem e as dúvidas me ensombram os dias. Há muito que escolhi ser eu, e feliz e sei que o serei eventualmente.



Já não arrisco olhar demasiado para trás, porque certamente que iria ver uma mulher que não reconheço. Agora sou eu, como me construí e gosto de TUDO o que sou. Já não arrisco mágoas que apenas me magoariam mais, e é por isso que mantenho os passos certos e seguros, indo por onde escolhi, mesmo que acabe a voltar para trás. Já não tenho que me explicar nada, porque acabei por perceber o que era suposto, e hoje tenho a serenidade que me impus.


O poder que distribuo é e será apenas por mim, os outros terão que saber o que fazem por aqui, é que esse trabalho não é meu!

Sem comentários , comente também!

Enviar um comentário