Ela gritou-me e eu ouvi-me!

by - outubro 24, 2017

"Ninguém pode, por muito tempo, ter um rosto para si mesmo e outro para a multidão sem no final confundir qual deles é o verdadeiro" __Nathaniel Hawthorne
Feelme/Ela gritou-me e eu ouvi-me!Tema:Sentimentos!

Se eu nunca desviar a atenção da minha voz interior, saberei sempre o que esperar e como agir, porque ela nunca me engana, é ela que me alerta quando algo que não está bem e cuida de me cuidar não me abandonando!

As minhas emoções por vezes atrapalham o discernimento, mas eu sei sempre que bastará parar, e pensar, para que tudo volte até ao ponto onde esteve antes. Eu sou a que realmente importa, e terá que ser através de mim, que todos os outros que entrarem, ou por infelicidade saírem da minha vida, terão que passar. A minha essência só se manterá intacta se eu me ouvir e escutar. Não importa o que esperam de mim, importa sim o que faço para não me desiludir e para estar à altura do que planeei ou desejei. Ouvir-me significa estar em sintonia, escutar-me significa deixar o meu corpo ter as sensações que sempre procurou e que encontra, devagarinho, a cada dia.

Vou-me conhecendo etapa a etapa, reconhecendo-me e entendendo porque reajo desta maneira e não de outra. Se ninguém me estender a mão para que me segure, olharei para dentro de mim mesma e a minha voz saberá o que me dizer e o que me ensinar. Não é de todo um exercício simples ou automático, mas tal como crescemos fisicamente a cada passar de ano, também amadurecemos emocionalmente se fizermos por isso.

Já cheguei a arriscar, durante alguns dias, poucos, esquecer-me de me ouvir, mas dei-me mal. Senti-me quase do outro lado da minha insanidade, mas de bem dentro de mim veio a voz que sempre tive e quando ela me gritou, eu ouvi-me"!

You May Also Like

0 comentários