Nós outra vez!

by - outubro 22, 2017

Through The Window
Feelme/Nós outra vez!Tema:Desafio a duas mãos!

Estou a olhar-te, aninhada no cadeirão de verga, enrolada sobre mim, nua, cobrindo apenas o que te manterá a olhar-me e sentindo que já não sou apenas eu. Arranjas sempre uma forma de encontrar um tempo para nós. Seguras as pontas dos nossos desejos, que até já são muitos e arrastas cada um para onde saberemos satisfazer a vontade que sentimos, quase desesperada, de estarmos juntos.

Nem sempre falamos, mas falamos quase sempre e dizemos o que o outro precisa de ouvir. Querer e incluir alguém na nossa vida é dar-lhe, tudo, de todas as formas, porque acabaremos alimentados do que o alimenta. Gosto de todos os recantos que descobres para nos acolher. Cantos onde já estiveste apenas tu antes. Lugares com a magia que soubeste sentir, tal como me sentes a mim agora. Não nos cansamos dos beijos e sempre que as nossas bocas não falam de nós, sentem-nos. A tua meiguice faz de mim uma mulher ainda mais doce, pronta e desejosa de te dar a mais ínfima parte de todo o prazer que me passas.

Tenho e carrego medos. Por mim já passaram os que não souberam ficar, nem poderiam, porque estavas a caminho. Tenho arrepios que tão bem explico e que tento afastar, porque perder-te seria perder-me outra vez. Tenho o teu olhar tão presente, mesmo que te tenhas esfumado antes, que só preciso de saber como o manter.

A manhã, o dia seguinte, chegavam para nos lembrar da noite e de todos os segundo sorvidos. A manhã linda, aberta e connosco, trazia o início e mais um final. Esperava-te na varanda, ofereci-te o meu melhor sorriso enquanto bebia o café que em vão tentava aquecer-me do frio que se instalava...

You May Also Like

0 comentários