Já começo a sentir falta de ti!

Silhouette of Woman Leaning on Metal Railings With Background of Body of Water by the Shoreline


Sentir a tua falta e do que podes representar na minha vida, já começa a mexer com a forma como carrego cada dia. Já começo a sentir falta de ti e ainda nem te tive, ou talvez tenha tido, algures num tempo e lugar que não se cruza com o de hoje, mas que me quero repetir.

São os pequenos nadas que aumentam o que se poderá transformar em tudo. São os cuidados e os momentos em que estamos um para o outro, sem que mais nada interfira, que nos confirmam o que já vamos sabendo. São as emoções e o desejo de continuarmos a ser desejados, vistos e tocados que nos levam até onde estará quem está mesmo. São os amores assim, aqueles que deixamos crescer, que nos asseguram de que amar faz girar o mundo.

Já começo a sentir falta de ti e sentia-a antes de teres chegado, porque me faltava um amor assim!

Gosto de pensar que parei de procurar o que até existe. Gosto do sabor do certo, do real e do que me sabe ao que me basta. Gosto de ter a quem reconhecer, estando porque me escolheu e escolhendo-o porque esteve. Gosto de pensar que estou a querer quem me quer, porque apenas assim faz sentido sentir falta.

Já começo a sentir falta de ti, por isso vou sonhar que chegaste!

0 Comentários