Não escolhas ter razão quando já a perdeste!

Lovers | Flickr - Photo Sharing!


Quando te dás a ti mesma, razões para que a razão perdure, não importa o resultado, consegues que o que não se encaixa tenha lugar e que o inexplicável, milagrosamente, se possa aceitar!

É a ti que cabe reconhecer e manter o poder, mas, e até mesmo quando a tua maturidade esteja no auge e já tenhas descoberto quem nasceu primeiro, se o ovo ou a galinha, vais precisar de passar por cada um dos caminhos que te levarão ao que importa. Vais encontrar desculpas que sirvam para camuflar meias verdades e mentiras estruturais. Vais ter que provar de todos os sabores até os poderes distinguir e vais perceber que é possível seres a que ama mais, com total entrega e sem cobranças, mas assim mesmo a não conseguir reverter a falta de amor que te têm.

Quando te permitires ser deslumbrada, porque até tu és filha de Deus e precisas de alguma validação, perceberás que alguns nunca serão capazes de te ver como és agora e que apenas irão querer fantasiar-te para que te encaixes de forma perfeita na sua falta de perfeição.

Não permitas que a dor te mude ou endureça. Não escolhas o caminho mais fácil, que é o da recusa, da negação e da solidão. Não te impeças de sorrir ou rir com gargalhadas sonoras só porque estiveste com quem nunca esteve. Não olhes demasiadas vezes para trás, usa apenas o que te soou a certezas e te deixou feliz, e persevera, porque o amor como o imaginaste sempre existiu e com ele virá quem te assegurará disso mesmo. Não te dês razões para deixares de ter razão, não quando nem a boca que tão perfeita se encaixou na tua já perdeu o sabor.

0 Comentários