O que muda quando te mudas?

Teniamo quello che vale la pena di tenere e poi, con il fiato della gentilezza, soffiamo via il...

A vida é um longo caminho feito de inúmeras etapas e é por isso mesmo que não temos forma de saltar nenhuma. O que muda quando decides que precisas de mudar, seja de lugar, sentimentos ou simplesmente de motivação, é o que é suposto, porque com cada mudança chegam os ajustes e os tempos que se encaixam no tempo que te resta.

Nada do que sabes hoje te era previsível ontem, pelo menos não com tanta clareza e aceitação. O que muda, por vezes de forma tão simples, são as certezas que acumulas de cada vez que te permites mais uns passos e vais ter que continuar a caminhar em direcção ao que determinaste como destino, desistir não é opção.

O que muda quando te mudas? Tudo o que te negaste, por medo, por teimosia, ou simplesmente porque ainda não sabias o que fazer com o muito que te parece ter calhado. O que muda por vezes, se fores atenta e por consequência afortunada, é o foco. Passas a ver o que afinal até estava bem visível e a entender o que antes parecia precisar de legendas. O que muda é o teu interior, a tua convicção quanto ao que precisas para não dependeres de ninguém. O que muda é o que deveria mudar, quando passas mais um obstáculo.

Se te deres tempo e nunca colocares na balança a palavra desistir, vais encontrar o teu rumo, caso te tenhas perdido de ti, e vais, com toda a certeza, encher-te de todas as certezas que te colocarão de volta ao lugar certo!
Share:

Enviar um comentário

Designed by OddThemes | Distributed by Blogger Themes