Como ser diferente?



Precisamos de pessoas diferentes, com olhares novos. Precisamos dos não derrotistas, dos que acreditam que ainda é possível ser-se melhor e ter-se mais. Precisamos dos optimistas crónicos, dos que nunca desistem de encontrar o que todos deveriam procurar.

Mas afinal como ser diferente? A diferença sente-se e por isso ela condiciona tudo o que fazemos. Ao sermos diferentes aceitamos as mudanças inevitáveis, porque elas chegam para nos impulsionar. Quando somos diferentes atraímos o melhor dos outros e deixamos de lado os que já desistiram do essencial. 

A zona de conforto é o que nos impede de procurar o que afinal até é natural, porque natural é tudo o que nos deixa mais felizes e realizados. Se mudar de lugar, de trabalho ou de relação amorosa é o que nos falta para que nada mais nos falte, então vamos lá, sem demasiados medos e aceitando as mudanças.

Como ser diferente quando ser eu, assim, já se colou como uma segunda pele? Arrancando o que não nos pertence e abafa. Ser diferente permite-nos pensar fora da caixa e é lá que encontramos as melhores ideias.
Share:

1 comentário :

  1. Sem dúvida! Partilhamos da mesma opinião. Por vezes é difícil ser diferente... é muito mais fácil ficar na zona de conforto e não arriscar do que ir à procura daquilo que nos possa trazer felicidade ou que nos possa concretizar. O medo prende-nos. Por mais pessoas optimistas crónicos! :)

    ResponderEliminar

Designed by OddThemes | Distributed by Blogger Themes