Views

Archive

Etiquetas

Facebook

Avançar para o conteúdo principal

Amores que perduram!

IMPORTANTE; O tempo de produção informado é fictício. Devido a grande procura por nossos artesanatos está sendo necessário AGENDAMENTO. Favor enviar mensagem, clicando no botão "Contatar Vendedor", para saber sobre data disponível na agenda e combinar seu agendamento com tempo hábil para sua fest...

Amores que perduram. Pedaços de mim que me fazem, todos os dias, o que gosto de ser. Cada um dos meus filhotes conseguiu mudar-me, obrigando-me a uma renovação e a um crescimento que por vezes até me surpreende. Sou a que faz acontecer, com quem contam, não importa o estado em que esteja, mesmo que me doa a alma, o corpo e nem que a minha cabeça pareça estalar de tantas lágrimas que derramo. Sou quem reconhecem e contam, passando-me uma responsabilidade maior do que eu mesma.

Amanhã, pelas 10 da manhã, o meu segundo filho fará mais 1 ano, serão 15, mas que não me deixaram, em nenhum momento, a desejar que fossem mais, ou que estivesse mais crescido, porque aprendi a amar cada segundo da sua vida desde que chegou até mim e foi o primeiro e o único que colocaram em cima do meu peito. É especial, como o serão os outros 2, mas é sobretudo a voz que me abafa os silêncios. Com ele tenho sempre vida, perguntas, ânimo e questões para responder. Começou a andar aos 9 meses e cedo me mostrou que nada poderia ser morno ou tranquilo com ele por perto. Aprendi a dizer-lhe que o amo com toda a naturalidade e sem que o contestasse. Conversamos sobre nós, sobre os nossos projectos e consegue ser o meu motor de arranque quando estou mais em baixo. Sei que o posso incluir e que o consigo aliciar para novas aventuras, porque tal como eu, nada teme e tudo anseia experimentar e viver.

Este será sempre o amor que perdurará em mim, nunca o duvidei, mas fui sendo surpreendida pela catadupa de sensações e de emoções que me conseguiu passar. Não foi planeado, mas no final não parecia querer nascer, esperou, pacientemente, mais 1 semana e veio matulão, com quase 4 quilos, testando os meus limites físicos e emocionais.

Dizer que o amo, que o adoro, que me enche a vida de cor e de esperanças, será sempre POUCO, mas eu nunca deixarei NADA por dizer, passar-lhe-ei tudo o que venho, dia a dia, a conquistar, o bom, o mau, as minhas fraquezas, mas também todas as forças que reúno, de cada vez que recomeço, para ser o seu suporte.

Amanhã regresso ao passado, mas apenas para esperar por um futuro que anseio lhe traga mais do muito que merece e comigo por perto!

Comentários