1.1.16

O primeiro post do ano!




O novo, o primeiro, o começo de muitos mais começos, tem sempre um sabor especial, por isso aqui estou, PRONTA para o que já sei que quero deste ano!

Não quero nada difícil.
Não preciso de nada complicado.
Não vou gastar o meu precioso tempo com dúvidas, nem com arremessos.
Não vou esperar por ninguém.

Nem todos os homens são complicados e nem todos se escondem nas dúvidas, percebi isso hoje, quando por acaso (eu não acredito de todo nos acasos) me sentei à mesa com um e soube que alguns "modelos" afinal  não estão extintos e que ainda há quem fale, abertamente, do que quer e espera de uma mulher. Deixei-me estar quieta, ouvi embevecida e até incrédula, cada uma das palavras.

O primeiro dia do ano chegou  para me mostrar que tenho que me manter fiel ao que desejo. O primeiro dia do ano fez-me escrever este primeiro post, cheio de esperança, no qual vos tentarei passar algumas certezas e a primeira delas para vos dizer que o que não nos trouxer felicidade imediata, o que nos obrigar a duras batalhas, apenas nos deixará mais desgastados e a acordar com um cansaço emocional que corresponderá a duas corridas de maratona. A segunda reforçará a certeza de que ou bem que gostam de nós e nos procuram e cuidam, ou bem que podem ficar com tudo o que dizem sentir por nós, dar meia volta e simplesmente deixarem-nos em paz. A terceira ainda para vos tentar fazer acreditar no amor, porque ele existe, na forma certa, com a pessoa que será capaz de nos amar como precisamos e não como o mundo parece querer forçar.

Já provei de alguns sabores, com umas quantas variações, mas continuo a preferir o que é claro, o que já conheço, mesmo que arroje nuns quantos cocktails novos. Sei que demasiadas misturas, impedir-me-ão de saber identificar cada ingrediente. Neste novo ano vou-me OBRIGAR a simplificar, a apenas perseguir o que valer a pena. Já agora aproveito para afirmar, com toda a convicção, que se me quiserem terão que fazer por me merecer.

Sem comentários:

Enviar um comentário

A cada toque ficamos mais próximos!

Vou sabendo, cada dia mais, que a tua mão está determinada na minha. Vou sabendo, até quando os outros falam mais alto, por cima do que ...