Tempo, paciência, conhecimento e ajustes, estes e mais uns quantos ingredientes tornam a nossa vida num percurso mais fácil.
Saber esperar e reconhecer sinais é possível, precisamos apenas de nos conhecer até quando dormimos e sonhamos os sonhos que nos impelem a melhorar. Saber de que forma chegar com consistência até onde nos visualizamos, obriga a que já saibamos o onde, e o como virá sem demasiada turbulência ou com a que se deseja para que mudemos umas quantas rotas. Saber qual o verdadeiro sabor da conquista ainda poderá acontecer nesta existência, mas precisamos de existir com regras definidas, passando cada instrução com detalhe e fugindo do que nos distrai.
Quando finalmente estamos no local exacto onde a nossa visão começou, sabemos, sentimos, percebemos e aceitamos, não importa o tempo que levou e levará sempre tanto quanto a nossa determinação em prosseguir.
Saber o que é suposto enquanto nos construímos diariamente é o que nos molda e fortalece, e força é o que não temos forma de dispensar enquanto usufruímos do tempo que nos permitimos. Saber tudo poderá até nunca ser possível, mas saber mais do que antes vai depender da nossa vontade de ter muito mais do que apenas vontade. Saber carrega responsabilidade, mas só depois seremos livres para continuar a escolher bem. Saber até que sabemos, muitos de nós, mas aceitar vai depender de quem já somos.

0 Comentários