Mesmo que pareça errado, somos certos!



Mesmo que me diga que tenho que viver o resto da vida sem ti, não me convenço...

Por vezes conto os dias, os minutos de todas as horas que tivemos e que foram apenas nossos. Por vezes aceito de forma conformada a tua ausência, mas outras há quem o nada de hoje me diz que ainda estou para ti como antes, como ontem e como no passado onde estivemos sempre. Por vezes recordo cada contorno do teu rosto, sentindo que te acaricio e sinto a pele que a minha reconhece. Por vezes entendo que não consegui entender nada quando era suposto e que por isso te perdi.

Mesmo que me digam que deveria deixar de te querer e seguir em frente, parando de me parar, sorrio para dentro e digo-lhes sem palavras que não sabem nada sobre o amor.

Já acreditei que nos estávamos destinados. Já senti o que nem parecia ser possível e por isso senti tanto. Já te amei e soube ao que sabia ser amada, por mim e como sou. Já vi e revi cada momento e todas as palavras que nos atirávamos ansiosos e com a pressa que sempre têm os amantes. Já foste meu, já te pertenci e já vivi a vida que me serviria. Já fui quase consumida por uma loucura infantil, mas já fui tão crescida e madura que apenas assim sobrevivi.

Mesmo que me deixes longe de ti e me inundes de silêncios que magoam, continuo a saber o que dizes e o que sentes, porque o senti contigo e porque te dei o que te fez voltar a viver- Mesmo que aches que não sabes e não tens a certeza, estou aqui para te assegurar que sinto o mesmo e que ainda tenho o que procuras.

0 comentários

Porque é que algumas pessoas não conseguem ficar juntas?

Porque é que algumas pessoas não conseguem ficar juntas ? Porque é que alguns amores, por maiores que sejam, se deixam morrer? Porque ...