O Amor não resiste aos MAS da vida...



Esta treta do amo-te MAS, não é de todo real!
Agora é recorrente ouvirmos os MAS que se transformam em maiúsculas, enquanto que os amo-te cada vez se minimizam e encolhem mais. Deixem-me que vos elucide:
Nós amamos E, E queremos mais. Amamos E estamos prontos para entrar na viagem. Amamos E mesmo sem o sabermos, criamos resistências E vontades inabaláveis. Amamos E mantemos por perto, no nosso colo, corpo E alma, quem nos sabe amar de volta. Nós amamos E pronto, sem justificações, sem razões palpáveis e sem nada mais do que amar. Isto é tão real quanto o são os portugueses por terem nascido em portugal. Amar é tão sem dúvida amor, quanto o somos com o nosso nome, as nossas origens e a nossa verdade. Nada de demasiado transcendente.
Se, e de cada vez que tiveres um MAS, seja para que área da tua vida for, então já sabes que não és, não tens, não consegues e nunca chegarás lá. O MAS é a dúvida objectiva. O MAS é o teu lado negro, mas certo. O MAS é a tua fuga para a frente, a desculpa indesculpável, MAS ainda assim a mais usada. O MAS é a certeza de que és tudo menos amada. O MAS é a confirmação de que sentes tudo, menos amor.
Podes, sim tu, podes querer muito alguém. Podes desejar sentir a pessoa que te revolve os sentidos e podes até sonhar com quem nunca pareceu querer abandonar-te, MAS... UI,. agora é que é o delas. Podes tudo, MAS não podes em nenhuma circunstância enganar-te, enganando quem acreditou que amavas. Só se ama E, não existe mais nenhuma variação aceitável. Se precisares que te explique melhor, vem até mim E prometo que te mostro como se AMA MESMO...
Share:

Enviar um comentário

Designed by OddThemes | Distributed by Blogger Themes