Já lá estive. Há muito que cheguei ao lugar onde o que parecia importar aos outros, sobre mim, me importava, mas rapidamente me vim embora. Já lá estive, nos momentos em que tinha que me partilhar e esperar para que o tempo dos outros corresse, mas agora uso o meu da forma que me deixa bem. Já lá estive e não gostei, porque não me reconhecia e porque apenas recebia o que não fazia questão de passar. Gosto mais de estar "aqui", porque sou eu e porque de cada vez que falo, oiço as palavras que fazem sentido à mulher que me tornei. Já lá estive, enquanto sonhava aos solavancos, em noites interrompidas por desejos mal satisfeitos e NUNCA sonhava acordada com receio de que os meus sonhos colidissem com os dos outros. Já lá estive, mas estava sozinha e nunca podia esperar que esperassem por mim e seguissem o meu ritmo frenético. Já lá estive, mas voltei para o único lugar que me importa e passei a importar-me verdadeiramente comigo.

0 Comentários