Mesmo sendo mãe, não posso fazer tudo...

by - fevereiro 13, 2020



Não te posso tirar os medos, não por completo. Não posso estar sempre por perto, mesmo que o meu coração nunca te deixe. Não posso certificar-te de que tudo correrá bem, mas estarei aqui para te receber se falhares, ou se te falharem, sobretudo no cumprir de expectativas. Não posso dizer-te o que nem eu sei e é tanto o que fica por dizer, até quando acho que disse o bastante. Não posso forçar-te a viver a vida que todos antecipam para ti, por amor, por cuidado e porque te querem grande e realizado. Não posso escolher o que nem tu ainda entendes por escolha, mas posso, como fazem todas as mães, empurrar-te de mansinho para o caminho contrário. Já fizemos muitos, sempre juntos e desejosa de te ter mostrado o que levarás contigo quando não estiver. Não posso amar-te mais, se o fizesse rebentaria este coração pequenino que encolhe sempre que uma das crias parte. Não te posso tirar os medos todos, mas alguns ficarão sem qualquer dúvida para trás, porque nem que seja

You May Also Like

0 Comments