Quando é que as pessoas me surpreendem?

2.4.20


Quando é que as pessoas me surpreendem? Quando carregam um mundo mais completo e transparente, mas rodeado duma película invisível e pacificadora. Não serão muitas, mas para minha felicidade, ainda existem e persistem neste caminho de paz interior e de conhecimento. As pessoas também me surpreendem-me pela positiva, porque a maioria é apenas mais do mesmo, de tudo o que não têm forma de esconder, porque é demasiado pesado para que se libertem elas mesmas. Gosto de surpresas boas. Gosto de pessoas genuínas e resolvidas. Gosto do gostar simples e sem demasiados floreados. Gosto de entender do que falam e de lhes responder com o mesmo tom...
Por ser optimista, acredito que ainda mais pessoas surpreendentes se cruzarão comigo. Preciso delas para me certificar de que estou certa, mas também preciso para que me apontem os erros, ou os deslizes. Preciso que já saibam que precisamos todos uns dos outros, mas que não deveremos depender de ninguém. Preciso da entrega desinteressada e do interesse constante que colocam em mim, fazendo-me acreditar que se importam. Preciso que não me desiludam.
Quando é que as pessoas me surpreendem? Quando resistem à maldade instalada e conseguem reconhecer os outros.

Publicar um comentário

Feel Me © . Design by Berenica Designs.