O narrador nunca parece ser confiável!

by - maio 03, 2020


O narrador nunca parece ser confiável, não quando conta as histórias dos outros e lhes confere emoções e pensamentos que poderão nunca ter existido. O narrador da vida, dos que povoam as nossas vidas ou simples universo, tem um cunho muito próprio e pode até nem ser baseado em coisa alguma real, porque imaginar, sonhar e inventar é o que faz melhor.
Somos todos narradores da vida, mas uns escrevem e outros partilham discursos mais ou menos articulados. Por norma escolhemos os lados mais bonitos para impulsionar os outros, mas também existem os lados feios, os distorcidos, os que não melhoram nem promovem qualquer felicidade, mas ainda assim, usados até à exaustão.
O narrador sou eu e és tu, mas o que muda é e será sempre a forma como escolhemos olhar para a vida "oferecendo-a" depois aos outros.
Como é que narras a história da tua vida? Como escolhes ver a vida dos outros? Que pontuação estás a usar para poderes escrever algo que permaneça? Quando é que pensas verdadeiramente no que passas aos outros e que muito provavelmente ficará, para sempre, sem que mais nada possas fazer para reescrever uma única linha?

You May Also Like

0 Comments