Não procures por quem não te vê!

13.6.20

"My toes touch the soft golden sand, and chills run up my spine. I've never felt anything so wonderful, so beautiful, but ever so dangerous in all by lifetime."

Porque procuras pelo melhor de alguém no seu fundo, insistindo, se ela à superfície não serve nem tem o que precisas?
Quando te mostram, logo de início, exactamente o que pensam, sentem e fazem, ou não conseguem fazer, cabe-te a ti inteiramente perceber se é o que pretendes manter. Ninguém se esconde para sempre, mas curiosamente algumas pessoas mostram de imediato quem são, culpando-te e apontando-te defeitos invisíveis. De repente passas a ser demasiado ou simplesmente não pareces alguma vez poder ter o mínimo.
Porque razão te enganas ao ponto de deixar seguir o que nunca será fluído, natural e doce o bastante para que sorrias com mais frequência do que entristeces?
Quem não te olhar, vendo-te e entendendo até o que dizes sem palavras, nunca deverá ser a escolha, a opção do amanhã e a outra parte importante da tua vida.

Publicar um comentário

Feel Me © . Design by Berenica Designs.