Amar são palavras...



És sempre tu que dizes que amar são palavras, e eu acrescento que é tudo o resto que nos permite continuar. Mas para que o tudo chegue, precisamos de saber do outro. Precisamos de antecipar cada desejo e de o satisfazer, porque dar é receber duas vezes. És sempre tu o mais calmo, o mais doce e o que espera, pacientemente, para que esteja pronta, mas já estou, já fiquei...

Está tudo a correr ao contrário, mas bem desta vez. Desacelerámos. Passámos a passar pelos silêncios como forma de nos sentirmos, mas apenas e só quando estamos juntos e nos podemos olhar. Sempre que não te sinto, a vontade de ouvir a tua voz parece querer consumir-me, mas basta que me lembro que estás aí, desse lado, mas comigo e que te posso ter, para que a espera não me enlouqueça. Parecemos ter tanto para dizer e tão pouco que precise de ser dito. Estamos a cimentar um caminho que terá que passar por nós, mas sendo mulher, quero mais de ti, até os segredos, porque com eles virás tu, inteiro e como és realmente.

Vou passar a fazer perguntas. Vou começar pelos teus começos, até que chegues ao agora e ao nós. Vou querer aprender com o que não te correu bem, para ser mais e melhor. Vou procurar a tua felicidade para preencher a minha. Vou fazer bem o trabalho de casa e esperar que o resultado nos seja favorável.

Amar são palavras e é sobretudo isso que amo em ti!

0 Comentários