Recent Posts

1.7.20

Algumas pessoas valem mesmo a pena conhecer!

taking flight by Loui  Jover

Quem sabe, por já ter tentado, que manter as energias em alta, sintonizando apenas no que nos preenche, é MESMO difícil, não esbanja o que TANTO demora a conquistar. Quem sabe que algumas pessoas são como os ventos ciclónicos, arrastando TUDO à sua passagem e fazendo com que tenhamos que voltar a reerguer cada parede anteriormente construída com tanto esforço, não as deixa por perto. Algumas pessoas carregam mágoas que nos fazem sentir o pior dos seres, apenas porque as ouvimos e tentamos entender. Algumas pessoas terão decididamente que voltar a muito mais vidas até que finalmente possam fazer o que lhes cabe.
Quem já sabe que precisa de se rodear das energias que importam, deixa de se importar com o pequeno e passa a ser tão grande quanto o é a vida que escolheu viver. Quem sabe, porque aprendeu, que andar por aqui obedece a normas para que se cumpram propósitos, não esbanja os sorrisos que nunca conseguirá colocar em lábios que se fecharam ao amor, às certezas que adquirimos quando amadurecemos e à vontade de simplesmente ter vontade de ser boa pessoa.
Algumas pessoas não nos acrescentam rigorosamente nada, mas já outras, carregam toda a vida e conhecimento que nos falta, permitindo-nos continuar a evoluir. Algumas pessoas são mesmo muito desejadas!

30.6.20

Não podes dar o que não tens...

Photograph Summer's Prelude by Jake Olson Studios on 500px

Não podes dar o que não tens, porque a tua jornada só será comparável com o teu propósito de vida e nunca com nenhum outro, ou de qualquer outra pessoa, mesmo que te seja próxima. Vais ter que aprender a pensar menos, a controlar menos ainda e a usufruir mais, do que sentes em cada momento, do que vês quando te dispões a olhar com atenção e do que ouves quando te afastas do barulho. Se acreditares em tudo o que determinaste e colocares intenção e foco no que pretendes que chegue, vais perceber que chega mesmo e no tempo que o teu tempo precisa. Não te cabe sentires pelos outros e não te adiantará camuflares emoções que apelidas de amor ou de compaixão, sente-te primeiro e legenda o que te parece distante ou pouco perceptível. Não podes calçar os sapatos que não são do teu número ou formato, sob o risco de desvirtuares a caminhada. Não podes, nem deves, começar a mudança por fora, porque se o fizeres, voltarás uma e outra vez até ao ponto de partida, apenas para adiares a chegada. Não podes continuar a fingir que não percebes.

29.6.20

Tens que querer começar para recomeçar!


Começa, recomeça e regressa ao que ainda te espera, mas não queiras continuar à espera do que já não tem forma de vir. Avalia e reavalia quem eras e a pessoa que te tornaste, porque apenas assim saberás se avançaste ou se te mantens no mesmo lugar. Reencontra quem já encontraste em tempos, para fechares o ciclo e manteres as gavetas arrumadas. Sê da forma que já percebeste ser a certa, mesmo que te continuem a querer no formato antigo, porque muito provavelmente serias mais fácil de entender. Arregaça as mangas e inicia a caminhada que andaste a adiar, não adies mais os teus sonhos e corre para que passem a ser a tua realidade. Aceita que serás sempre quem determinares e que te cabe inteiramente a tarefa, não culpando quem afinal apenas tem o poder que lhe atribuires.
Começa, hoje ainda, a definir prioridades e a entender que só serás verdadeiramente entendida quando te souberes explicar!

25.6.20

Ai se o amor fosse fácil...

Dream

Se fosse fácil, talvez não soubesse tão bem. É isto que por norma ouvimos, talvez para que se justifiquem penas maiores e se aceite o que parece inevitável, mas na vida nada tem que ser difícil para ser bom e saber bem.
O amor pode e deve ser fácil, como serão as nossas convicções e tudo o que já tivermos como certo, quando nos certificamos de que nos mantemos exactamente como sentimos e pensamos. O amor, para os que se amam sem cobrar o que não serão capazes de dar, é linear, tranquilo e previsível, mesmo com toda a imprevisibilidade que se chama vida. O amor que desejo ter e sentir, TEM que ser fácil ou de contrário não o poderei chamar de amor.
Se fosse fácil saber quem nos surge numa esquina quando menos esperamos ou quando já o desejávamos, faríamos o percurso que os falta percorrer ainda com mais determinação e certezas. Se fosse fácil encontrar quem respire da mesma forma e aspire aos mesmos lugares, estaríamos todos emparceirados e de sorrisos em riste. Se fosse fácil reconhecer quem é naturalmente fácil, nenhuma dificuldade seria associada à busca pela maior felicidade, aquela que conserta qualquer alma e sossega todos os corações. Se fosse fácil, não seria apenas eu, ainda à espera e continuamente a duvidar...

24.6.20

O que recebes quando fazes menos?

Amazon Celts Warrior Women In Ancient Civilizations

Se fazes menos, recebes exactamente o mesmo. Se usas a preguiça mental e a letargia para o que necessita de movimento, não vais ter energia suficiente e ficarás a alimentar-te do pouco, do menos e do menor!
As pessoas são por norma acomodadas, entregues a rotinas que as puxam para trás e as deixam pequenas. Dizem não querer demasiado porque são humildes e tranquilas, mas no fundo são apenas preguiçosas e recusam tudo o que as terá que arrancar do estado mental moderado, parado e paradinho. Tentar e fazer mais, obriga a resultados, porque não há como aumentar a velocidade e chegar à mesma hora de sempre. Quem trabalha para chegar mais alto, vai ter à sua espera quem a deseja ver lá, no alto, no sucesso e na conquista. Mas quem gosta afinal de ser julgado e avaliado? Pois, só que não existe avanço sem determinação e não há forma de ser mais alto, poderoso e bem-sucedido, sem público.
Se fazes mais, certifica-te que te colocas toda no processo e que não usas de recuos para te impedires de avançar. Apenas tu crias a tua realidade, usando a tua mente, por isso foca-te para que apenas atraias o que te será realmente benéfico. Começa hoje, movimenta-te mais!

23.6.20

Queres ser vítima das circunstâncias?

Mondások: Mások véleménye - Azt hiszem az egyik legpusztítóbb dolog, amit valaha csináltam, hogy elhittem mások véleményét magamról… (Németh György)


Queres ser vítima das circunstâncias, ou escolhes o poder de conduzir a tua própria vida?
Nem sempre entendemos a forma como nos trouxeram até ao nosso agora, mas mesmo que o analisemos e tentemos enquadrar, o melhor será continuar sem olhar demasiado para o que não tínhamos forma de escolher. Nem sempre entendemos porque razão o amor que nos cabia não cabe naqueles cuja principal função seria amar-nos,. Nem sempre a nossa realidade espelha o que planeávamos viver, mas podemos ir olhando para a vida como se apresenta, mudando e rectificando pontas soltas. Nem sempre estaremos na família certa, mas o certo é que poderemos escolher a que precisamos, fornecendo todo o combustível que nos falhou, mas que ainda assim não nos impediu de continuar. Nem sempre saberemos tudo, mas quando nos esforçamos para ir sabendo o que importa em cada etapa, as seguintes chegarão de forma natural.
Queres que as tuas escolhas te precedam, ou vais esperar até que já nenhuma adiante?

22.6.20

Olha que coisa mais linda!

...z29... by Michał Mozolewski, via Behance

"Olha que coisa mais linda" - assim se chama uma série da netflix que estou a acompanhar e que me deixa a reflectir sobre tudo o que hoje nós as mulheres temos. As escolhas que já nos são permitidas, a postura e a determinação que nos impomos e tudo aquilo que nos tornámos, enquanto desvalorizamos o que já não foi assim tão óbvio. Escolher quem amar e a quem deixar para trás, escolher onde viver e quem ser profissionalmente; escolher ser mãe, ou não o ser de todo... Mesmo que as desigualdades permaneçam, NADA é tão difícil como já foi antes.
Ser mulher hoje, carrega um poder novo, mais consciente e habilitado em todas as frentes. Agora, mais do que outrora, cabe-nos o caminho a percorrer e as cobranças quanto ao ser melhor e maior vêm sobretudo de nós. Ser mulher já não é impedimento para nada e nunca mais voltámos a ser apenas mulheres, agora somos o que fizermos de nós e já fazemos tanto. CLARO que a debilidade física ainda nos retrai, mas se a compensarmos com a emocional, seremos capazes de carregar o mundo às costas e nós incluídas.
Olhar para trás, brevemente, ajuda a perceber cada conquista e NUNCA deveremos tomar nada por garantido, sobretudo o "trabalho" que as nossas antecessoras fizeram para que ter uma opinião seja tão simples quanto é respirar. Já percorremos mundos, dando muitas voltas com valor e assim deveremos permanecer, para que as outras mulheres jamais necessitem de ir até ao passado para entender este presente.

19.6.20

Porque é que te agarras aos porquês?

imagem descoberto por mrsgmaister. Descubra (e salve!) suas próprias imagens e vídeos no We Heart It

Porque é que aceitas tudo no início, de forma estóica e determinada, para depois, quando fazes mais falta e te cobram certezas, falhares redondamente?
Aguentas tudo, resistes a qualquer dor, seguras a cabeça que se apoia na tua segurança, mas quando te cobram certezas e provas, fazes o contrário.
Porque é que te enganas, enganando quem te fez perguntas claras, mas recebes respostas dúbias?
Passas o que não basta e bastam-te alguns minutos no teu mundo, para derrubares o do outro, sem dó nem piedade.
Porque é que não dizes, com palavras e actos, o que esperas realmente receber para poderes dar, mas dando-te mesmo?

O amor moderno...

Bubbles

As relações de hoje são tão frágeis quanto bolas de sabão, dificilmente se mantêm no ar tempo suficiente e até a sua forma muda consoante o sopro!

18.6.20

Estar certo por vezes sabe a errado!

Jolene

Estar certo não torna o errado mais suportável. Saber que afinal até sabemos tudo o que importa sobre os outros, faz-nos importar cada vez menos com os seus devaneios e jogos dissimulados. Estar certo quanto ao que muitos sentem quando se esforçam tanto para não sentir nada, impede-te de os considerar como sendo uma qualquer fonte de interesse. Estar certo pode amargurar-te, porque por vezes estar errado significa que podes voltar a confiar, pelo menos nos sonhos onde a vida acontece num timeline definido, honesto e previsível. Estar certo quanto ao errado é um murro no estômago, até que eventualmente deixe de doer e se torne natural.
Alguns de nós nunca serão capazes de crescer, ultrapassando a chamada inocência, que supostamente seria boa, mas que com a idade apenas nos diminui e envergonha.
Estar certo neste mundo de dualidades, encurta o ângulo de visão e dificulta a perspectiva, sobretudo do novo e do genuíno. Caramba, o que eu dava para estar errada mais vezes!

17.6.20

Alguns corpos foram feitos no céu!


Alguns corpos, juntos, conseguem juntar toda a emoção e sentimento que o mundo comporta e por isso comportam-se como se a vida dependesse deles. Alguns corpos fazem amor como se tudo terminasse no minuto seguinte e por isso seguem a fazer o que lhes cabe, esperando recomeçar do mesmo ponto e com a mesma vontade. Alguns corpos fazem sentido e sem se explicarem, explicam o que os outros só entenderão quando tiverem o mesmo toque, intensidade e sintonia. Alguns corpos, depois de perderem os que lhes davam sentido, deixam de querer e passam apenas a pensar no que já tiveram. Alguns corpos encaixam as peças mais desiguais, igualando os mesmos ângulos e sabendo como se mover para que o resto do mundo se mova da forma certa. Alguns corpos carregam alma, coração e até o que não sabiam existir enquanto as suas existências eram demasiado pequenas. Alguns corpos, tais como o meu e o teu, sabem ao que saberiam muito antes de se tocarem e quando se tocam, a vida acontece.
old
Feel Me © . Design by Berenica Designs.