Quem consegue amar apenas metade do tempo?

Portrait Photography Inspiration    Picture    Description  Stefan Gesell Photography


Quem consegue amar apenas metade do tempo, quando der jeito, quando for conveniente, e quando a agenda o permitir? Quem acredita, ainda, que as emoções se compartimentam e podem ser deixadas onde não perturbem demasiado? Quem poderá querer apenas umas migalhas, quando o bolo inteiro é tão mais doce e apetecível?

Vamos ter sempre os cidadãos de primeira e de segunda fila. Os que fazem acontecer e os que esperam, pacientes, como fazem os abutres, pelas peças já mortas e sem vida. Bem, cada um come do que gosta, quanto a isso, nada a declarar! Alguns dos argumentos usados, mesmo que possam parecer muito válidos, apenas convencerão os tolos, porque no campo dos afectos, dos sentimentos e das relações, é mesmo assim que se passa, só aceita quem quer e só rejeita quem duvida e quer mais. Teremos, sempre, os que se escudam nas impossibilidades que apenas eles conseguem ver. Teremos, sempre, os pequenos, os que se deixaram encolher e que se escondem qual ratos, da vida. (Que raio, hoje estou muito para o lado dos bichinhos).

Vou continuar e desconfio que durante todo o tempo que andar por aqui, a achar que nunca saberei como lidar com os pobres de alma, com os que recusam ver e ser vistos e com todos quantos apenas vieram para nos roubar algum ar.  Juro que me esforço, mas depois sobem-me uns calores, que só correndo, e muito, poderei conseguir que passem. Querem melhor anti - emagrecimento? É só estarem rodeados de gente negativa, medrosa, morta, porque morreu mesmo sem ter dado conta. 

Quem consegue apenas passar por aqui, nunca poderá reclamar de nada, nem de ninguém, porque quando se abdica do direito de ser diferente, é-se apenas mais um!

Share this: