O que me resta agora?

30.4.20



O que me resta fazer do resto da minha vida sem ti parece ser muito pouco, e foi tanto o que planeámos...

Tinhamo-nos prometido mais lugares comuns e menos distâncias impostas. Tinhamo-nos visto a fazer o que antes adiáramos, por falta de tempo, por já não nos lembrarmos do sabor das coisas que sabem bem e por nos faltar vontade de ter vontade de alguém.

O melhor de mim não existia sem ti. Os sonhos apenas começavam se estivesses em cada um e terminá-los deixava-me vazia e sem foco. Os dias arrastavam-se enquanto não te ouvisse, mas ouvir-te nunca me bastava.

Não sei o que poderá restar de quem já não parecia ser o suficiente, até que finalmente chegaste, apenas para partir outra vez, mas deve ser pouco, muito pouco, porque já não sinto nada.


Publicar um comentário

Feel Me © . Design by Berenica Designs.