Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Olha para este lado!

Olha para este lado , para mim, porque preciso de te ver e até posso prometer que te vou tratar bem. Não olhes só para a frente, não apresses o passo, deixa-me ver-te, sabes que és linda, até quando ficas com esse ar seguro que quase me mata de desejo e me tenta para que corra até ti, mesmo arriscando uma bofetada. Passas e sinto-me estremecer. Não vês ninguém, mas não és altiva, és apenas indiferente e vives num mundo onde ninguém parece caber. Passas e fico doido para te gritar que me ofereças um sorriso, apenas um. Passas com esse teu corpo que tem um caminhar elegante e com o qual abanas, de forma quase generosa as ancas que gostaria de poder rodear. Olha para este lado  por favor, porque pareço estar sempre no canto errado. Nunca acerto por mais que corra e pareça ter chegado cedo. Olha para este lado  desta vez, sem os óculos que protegem os olhos que não têm cor, não para mim, não ainda. Não sei como são, mas só poderão espelhar o que passas e não apenas para mim.

Respostas, procuro-as sempre!

Dúvidas, incertezas, palavras sem sons, nada disso me serve ou qualifica, porque  prefiro, mil e uma vezes, uma certeza dolorosa, um  NÃO  escancarado, do que um sim que poderá nunca chegar. Sei que quem pergunta o que não deve, ouve o que não quer, mas pelo menos terá respostas.  Procuro as respostas  sempre que me fazem falta. Sou um ser pensante, mas que também age. Por isso  procuro  pelo que me acrescenta e muda os dias, sobretudo se for do outro lado de mim e da pessoa que vou querer ter ao meu lado. Perguntei-te quem eras, o que querias de mim e até onde estavas disposto a ir.  A tua resposta foi : -  A lugar nenhum. Quero apenas querer-te, assim, desta forma confortável, onde e quando me apetecer. Na dúvida perguntamos, certo? Certíssimo. Respondeste porque não havia nada mais a fazer e porque não te deixei fugir. O que esperar de alguém que nos ouviu dizer não? Que se mantenha cego e determinado numa conquista que nunca será a sua, ou que desista? Essa resposta to

E se me tivesses apenas desejado?

E se a vontade que sentias de mim tivesse apenas continuado, sem mexer muito, sem nada fazeres e deixando ir o que até achava já não existir?  E se apenas me tivesses desejado  sem nunca me procurar e sem nunca saber se te poderia também desejar de volta? Acredito que devemos sempre procurar por quem nos procurou, algures, num qualquer tempo que será certamente o nosso. Acredito que não basta querer, as águas não podem ficar apenas paradas, de contrário acabam a passar os cheiros errados. Acredito que quando queremos MUITO, conseguimos, porque se o que sentimos e sabemos muito antes de saber o outro, for genuíno, será bem-sucedido. Se te tivesse pedido, assim, da forma que és mesmo, certamente não seria tão bem atendida, mas a verdade é que vieste, que te instalaste e que me arrebataste. Estás no sítio certo, no único momento da minha vida em que fiquei tão pronta, tão capaz, e tão desejosa de que me pertenças, que teria que ser este o resultado. Os medos que sinto agora

Depois da euforia!

Depois da euforia já podem respirar tranquilas, já puderam vestir outra pele, por 1 dia, mostrar do que são feitas, quando vos permitem, soltando toda a inércia a que vos obrigam nos restantes dias do ano! Será que conseguem ver o disparate que a celebração do dia da Mulher envolve? NÃO , claro que NÃO , " é o nosso dia ", dirão muitas. Dia de quê, desculpem lá? Não quero ser má, nem revolucionária, mas sou das que nunca afasta os cabelos de um dos lados da cara, para tapar o outro. Eu gosto de ver com ambos os olhos, na mesma direcção, de contrário seria estrábica. Gosto de saber ao que vou, o que faço aqui, e sobretudo, gosto do que conquistei, desde que passei a ser A PESSOA MAIS IMPORTANTE DA MINHA VIDA . Um dia,um miserável dia para ser, alegadamente, feliz e olhada? Não, obrigada ! Precisamos de ter importância diária, respeito e dedicação mútuos. Precisamos que nos vejam como indivíduos e que percebam, não só os nossos companheiros, o papel essenci

O "tal" dia...

O dia da Mulher ! Ele vai chegando todos os anos no mesmo dia, e em apenas um que obviamente não bastará para que percebam todos, nós incluídas, que não é disso que se trata, que não estamos a celebrar um grupo corajoso que pagou caro o arrojo, estamos a banalizá-lo e a usá-lo como desculpa, sorteando uns quantos brindes e estando em lugares diferentes, para muitas apenas UM DIA POR ANO . O dia da Mulher meus amigos não é " isto ", não pode ser e recuso-me a celebrar o que me faz verdadeiramente pensar no que ainda não somos, no que ainda não temos e no que ainda não nos concedem, sim, porque se trata disso mesmo, temos que continuar à espera que generosamente nos permitam ser o que afinal até já deveríamos ser. Para mim é sempre algo triste ver que algumas mulheres preparam este dia apenas porque lhes é concedida uma ordem de soltura, agarrado-se à ilusão de que são o que sempre desejaram e recusam as grilhetas que lhes foram colocadas assim que se atreveram a r

As coisas que ainda tenho para fazer...

As coisas que ainda tenho para fazer são muitas e não parecem diminuir, porque a cada dia surgem mais umas quantas que me entusiasmam e movimentam por dentro.  As coisas que ainda tenho para fazer  dão-me a energia que necessito para manter esta certeza de que só fará sentido andar por aqui, desta forma. Não aceito pouco. Não quero experimentar apenas alguns sabores, quero e exijo-me,saber ao que sabem todos os outros, para que possa reconstruir-me de forma bem mais consistente. Este mundo, tudo o que tem à volta, aqui, ali, para além do que consigo ver, mas até antecipo, dá-me uma alegria que recuso tirar dos lábios. É em cada parte dele que quero estar, mesmo que não o faça fisicamente, mas terei que encontrar forma de ir para lá do que tenho, no meu cá diário e que me deixa nesta revolução interior. Não me sei sossegar, não o bastante para apenas me sentar quieta, sem ter mais, sem ser mais, sem desejar muito mais. As coisas que ainda tenho para fazer  parecem agiganta

Sabes como te vejo?

A forma como te vejo   agora não é muito diferente da que imaginei e rapidamente percebi que serias muito mais do que talvez consiga entender. Sei que não me dou demasiado e que espero muito pouco, mesmo querendo tudo a que tenho direito, por isso querer ter-te neste preciso momento e lugar, tem-me virado e revirado o mundo, mas para melhor.  Fazes-me pensar, fazes-me olhar-te, incluir-te e redobrar os cuidados, porque se te magoou, dói-me se te deixo perturbado, perco o chão e se te falho falho-me a mim duas vezes. A forma como te vou vendo , que significa basicamente conhecer-te, deixa-me de alma cheia, com vontade  de te incluir ainda mais, de te arrebatar ao mundo e de ficar contigo a cada segundo, sempre e para sempre.  Afinal podemos manter a esperança nas relações, porque existem pessoas que ainda vão sabendo o que querem, como e com quem. Podemos parar, alguns de nós, de temer que a outra metade nunca chegue, porque ela existe e é possível encontrá-la, ou no meu cas

Metade de ti nunca!

Só quero o que és e como és. Só quero TUDO o que tens, para que eu dê TUDO de mim também! Que sensação boa esta que me passas e que é em tudo igual ao que sinto eu. Que bom é saber que também não esperas por metades, porque elas não te chegam, como te chegarei eu se for inteira. Que bem me sabe perceber que tenho o sabor que já esperavas ter há muito. Metade de ti  só quando chegaste e já nessa altura antecipava MUITO . Metade de ti , nem quando não estiveres  TODO  comigo, porque metade de ti nunca me bastará. Gosto de saber que somos muito iguais, que desejamos o mesmo e com a mesma intensidade. Gosto de perceber aos poucos, pontos em comum, sonhos que se entrelaçam e vontades que nos preenchem só de as pensarmos. Gosto da forma como gostas de mim e de como me " arrastas " neste amor que continua a crescer, num descontrole controlado.  Que bom perceber que te posso falar de mim, recebendo de volta o que achas do que fiz e do que planeio ainda fazer,

O que sou quando o consigo ser!

Feelme/O que sou quando o consigo ser! O que sou quando o consigo ser , é algo que ainda me intriga, porque a verdade é que na maioria das vezes, sou apenas a que quero que vejam, e acabo a ser o que precisam de mim, mas eu mesma, da forma que me conheço e sinto, essa quase nunca consegue brilhar, e deixa sempre, TANTO por dizer... Encontrar o equilíbrio entre esta " multidão " que me cabe dentro, eu e todas as outras que construí, uma para cada situação, protegendo-me do que me importuna e arrisca expôr-me, já foi difícil, mas agora sai de forma demasiado natural. Não queria ter que me esconder, metade do meu tempo útil, mostrando apenas a parte que fica visível, mas que não leva as cores de que sou feita. Não queria manter-me assim, muito mais tempo, mas confesso que receio o que isso provocará nos outros, até porque trabalho, diáriamente, a tolerância, o entendimento do que são os outros, com todas as limitações e medos que carregam. Não queria que me continuass

Amo-te, mas com mais calma!

O que significa  amar com mais calma?  Entendo bem a forma como pode ser feito, o mal é que sou como um tornado de classe 4 , levo tudo à frente, não porque a minha função seja a de destruir, mas apenas a de passar com velocidade seguindo o percurso a que me obrigo.  Amo-te com mais calma!   Ficou-me a martelar toda a noite, deixou-me apreensiva e acabei a repensar muita coisa, mas deveria ter tido mais cuidado para entender estas palavras, até porque elas ditaram o nosso final. Ninguém ama com mais calma no início de uma relação. A revolução, a tempestade e a queda de pedras acontece quando estamos a começar a viagem e ela só será avaliada e tranquilizada depois, muito depois. Ninguém ama com mais calma porque tudo o que nos deverá apetecer será dar e receber aos quilos e porque ninguém espera desacelerar quando o que temos que fazer é correr para chegar até ao outro. Será  que alguma vez te irias encaixar no que represento?  Será que não te irias desgastar com tanto qu

O que pode significar?

Que sentido dar ao que não terá nenhum, mas que até parece fazer encaixar o que há muito não encontrava forma, nem lugar? O que pode significar estarmos no lugar certo, naquele que outro precisará, porque precisava de nós e porque lhe poderíamos dar o que mais ninguém parecia ser capaz?  O que pode significar dizermos o que alguém esperava ouvir, no único momento em que estaria verdadeiramente, atento?  O que pode significar recebermos o que há muito esperávamos e que chega quando já decidíramos desistir? Quando dás por ti a deambular, sem muito rumo, tendo toneladas de coisas para fazer, mas sentindo-te incapaz de fazer uma que seja, e esperando por quem já deveria ter passado, não explicas, apenas sentes e aceitas. Deves saber ouvir-te, esperando, o tempo que for preciso, pelo que eventualmente chegará, porque apenas assim entenderás. Curioso quando finalmente, te aproximas e percebes que tinhas que ter estado ali, que o que tinhas para ouvir e responder, dever

Para ti que és a minha Mulher!

Os teus dias  meus amor, são todos aqueles em que eu, o homem a quem fazes feliz, te vê acordar, determinada, forte e de um sorriso que ninguém arranca, mas que para mim é diferente, mais natural e tão real que nunca me atrevo a duvidar, por um segundo que seja, do amor que me tens e terás. Sempre te conheci em controlo, de ti, de nós, da forma como a nossa vida deverá ser vivida, usando tudo o que és e que eu aprendi a ver e a entender. Sempre te tive como uma mulher, a única mulher, que me saberia liderar, levando-me para onde vou de mansinho, obedecendo ao teu olhar e ao toque que me arrepia, porque sei que me pertences. Existirá um dia para os esquecidos, para os que se recusam ver quem lhes povoa os sonhos que ainda arriscam sonhar acordados. Mas eu uso-o, apenas e só para te mimar mais um pouco, para te acordar, sim, porque neste dia, no teu, e o de todas as mulheres que vão mudando, de forma inteligente e quase indelével, o mundo no qual quero continuar a vive

Como são afinal os outros?

Passou a fazer-me uma ENORME confusão a quantidade de pessoas que ainda embarca em relações para apenas "estarem", sem grandes expectativas, tirando as físicas obviamente. Pois, é que homem e mulher que se prezem, buscam o que parece ser MESMO importante, o corpo! Até eu sei que pensar dá trabalho, que incluir alguém nas nossas rotinas pode trazer transtornos e ajustes, mas a alternativa a isto é exactamente o quê? NADA . Solidão seguida de muitas dores emocionais e até físicas, porque de cada vez que fugimos de quem até nos parecia certo, estaremos a fugir de nós mesmos, deixando para o futuro o que ele irá cobrar com enormes juros. Agora que te tenho  e que   já percebo, vejo os outros  tal como são  e a verdade é que não são nada, são migalhas, são apenas cores esbatidas. Poder, neste momento, sentir que não tenho porque duvidar de nada, que não preciso de me certificar que o que me ofereces vem mesmo de ti, e que as tuas intenções são tão genuínas quanto a