Quem eu era não sou eu!

Resultado de imagem para mulher pensativa
Feelme/Quem eu era não sou eu!Tema:Sentimentos!
Imagem retirada da internet

Quem conheço e o que sou capaz de fazer, quando já nada pode ser feito, não era eu. O eu com quem convivo diariamente, nunca me deixa ficar mal e não se alimenta de dúvidas. O eu que já construo há demasiado tempo, não chegaria a este lugar com vontade de estar noutro. Aprendi a viver o dia, a usufruir do ar quente e das noites frias. Aprendi a julgar apenas e só quando o não julgamento me impedir de ser. Aprendi que recebo sempre o que me faz falta, porque me explico bem e de forma clara. Aprendi a gerir o tempo que sempre deve correr a favor dos meus, usando-o também para mim. Já não corro desalmada, faço-o tal como nas minhas corridas de final de dia, para me limpar do que não consegui fazer acontecer e para me restaurar do tanto que tenho dentro, com cadência, com propósito e sem qualquer pressa, mesmo que termine de madrugada.

Quem eu era, de há uns meses para cá, não sou seguramente eu. Eu não olho demasiado tempo para o que me magoa os olhos. Eu não insisto em beber o que me sabe mal, porque existem tantos outros sabores que me sabem a mel, a céu e a vida. Eu não luto em batalhas que não me façam ganhar a guerra, porque o meu tempo é demasiado valioso. Eu não persigo estrelas, estão demasiado longe.

Eu e eu mesma, temos reuniões periódicas e nunca nos afastamos demasiado do que faz falta a cada uma. Parte do meu eu tem que se reencontrar com a parte que a completa, porque metades apenas de mim mesma, para juntar e para melhorar. Eu tenho sempre forma de me recordar do que sou e do que ainda planeio conseguir e quanto a isso não contemplo cedências.

Quem eu era não sou eu e por isso mesmo tive que me parar!

0 Comentários