Não sei se é este o caminho!

Menina, adoro quando você entra na minha loucura... - Vitor Ávila


Não sei se é este o caminho. Não sei se estou a ser e a fazer o que é certo. Não sei se terás forma de me segurar, assegurando-me de que és tu e impedindo-me de ter mais medo do que o que virá, naturalmente, com cada relação nova.

Tenho uns quantos fantasmas, é uma realidade. Acredito que os guardei, religiosamente, para quando tivesse vontade de sentir pena de mim, porque tenho menos poderes do que gostaria e por isso não soube como manter quem queria que tivesse ficado, tal como não sei se te manterei.

Sei que as escolhas serão sempre nossas, mas nem mesmo assim fazemos as melhores, vamos aprendendo, ou deixando que os passos nos levem, quando não sabemos como nem por onde. Sei que estás aqui e agora, e tento ter-te todo, tocando-te para me manter acordada, ou olhando-te apenas, enquanto dormes, para que nada possa ser estragado. Sei que quando andamos em frente e escolhemos deixar ir uns quantos fantasmas, eles ficam resolvidos mais rapidamente. Sei que és um ser atento e que por isso já me sentes, mesmo que não fale. Mas sei, sobretudo hoje, que a forma como te quero me confere forças para aguentar tudo o resto.

Não sei se é este o caminho, mas quero tanto que desta vez, pelo menos desta vez, não esteja enganada!

Escolhi parar de pensar, parando-me. Puxei-te para mim porque preciso de te sentir. Preciso que me beijes como só tu sabes, e que me toques o corpo que agora se move mais determinado porque te tem. Hoje não vou apenas sonhar contigo, hoje vou-te ter no sono...

0 Comentários