Já deixei de querer reagir a quem não me provoca reacções positivas. A minha tolerância permite-me perceber que algumas pessoas nunca terão forma de evoluir e acabarão, inevitavelmente, por se agarrar ao que não as mantém à tona da água, mesmo que acreditem que sim. muito pouco do que é externo a mim me afecta, não porque a couraça seja mais dura, mas simplesmente porque não me cabe mudar os outros ou sequer dar aulas gratuitas. Já deixei de esperar que olhem da mesma forma que faço, a minha visão da vida será muito própria e carregará apenas a pessoa em que me torno, dia após dia. Já deixei de aceitar explicações vãs, ou a falta delas, hoje, ainda mais do que ontem, vivo no único mundo que me importa, no meu. Já deixei o coração sossegar e muito dificilmente alguém o voltará a fazer bater de forma descompassada ou irracional. só digo o que é verdadeiramente importante!

0 Comentários