Já não posso ver-te, tocar-te, sentir-te, trocar tempo e palavras, tudo isso deixou de ser possível, porque já não nos encontramos, já não nos devotamos qualquer espaço ou lugar, parecemos ter desistido de nós!


Acabámos em sítios distintos e fomos saindo, de mansinho de cena. Esgotámos as palavras e ficámos vazios dos sentimentos que nos juntaram antes. Já houve uma altura em que "atirava" para ti a responsabilidade e recebia de ti a mesma bola. Já tive momentos, em que te amaldiçoei e em que te atribuí todos os meus males, adiando o amor que te tinha, mas agora sei e sinto que terminámos esta caminhada, que nenhum de nós voltará a encontrar forma de se encaixar, de se retornar e de reavivar um amor que deixámos morrer.

Não posso nem tenho o direito de te prender, porque até eu já parti, soltei a tua mão e deixei de te reconhecer. Preciso de me focar no que me levou até a ti. Preciso de recordar tudo quanto serviu para me acrescentar vida, porque a verdade é que já te amei MUITO, mais do alguma vez julguei possível, mas deixei de querer, deixei simplesmente de te incluir no meu futuro, limpei-me de nós. Fui!

0 Comentários