Uns segundos apenas...

abril 27, 2016
Embrace:



Uns segundos apenas é quanto me basta. Mesmo que as horas não nos completem, ver-te nem que de soslaio faz-me tão bem que acabo a querer-te ainda mais.

Quantos segundos tivemos já e de quantos milhares precisamos para não sentirmos esta necessidade que parece não terminar, de estarmos juntos, colados, inteiros, nós apenas em momentos que ninguém deveria poder interromper, nem mesmo o tempo? De quantas dezenas de milhares de segundos precisaremos para continuarmos a querer precisar um do outro? Sei, tal como sabes tu, que o que somos jamais bastará e que nunca nos fartamos dos carinhos, dos olhares e dos beijos. Os beijos meu Deus, carregam-nos como mais nada é capaz.

Hoje pareço ter-te visto melhor. Hoje senti-te tão diferente, tão meu e quis dizer-te o que nem saberia como. Hoje, se alguma vez tivesse duvidado, soube que és mesmo tu e que que estou nesta viagem sem qualquer receio, eu inteira, eu como sei e eu a mulher que aprendeu a amar-te.

Não quero. Não posso e não consigo ter-te longe do que já representas. Estarei onde estiveres e serei o que precisares de mim. Não terei forma, nem tu, de manter projectos se não os puder ver enão me saberá ao mesmo sabor ir aos lugares onde não te veja. O amor até pode demorar a instalar-se, mas quando chega e o entendemos, quando percebemos que nos lavará de qualquer dor, nunca mais quereremos estar sozinhos.

Mais uns segundos apenas meu querido e tudo o que te digo passará a fazer sentido!

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.