Bottom Ad [Post Page]

Labels

Main Tags

Author Description

Hey there, We are Blossom Themes! We are trying to provide you the new way to look and use the blogger templates. Our designers are working hard and pushing the boundaries of possibilities to widen the horizon of the regular templates and provide high quality blogger templates to all hardworking bloggers!

Post Page Advertisement [Top]

Avançar para o conteúdo principal

O que vem mais forte do que o amor?

've got joy down in my heart:


O que vem mais forte do que o amor? Esta é fácil, só pode mesmo ser o ódio e com que facilidade algumas pessoa odeiam!


Todos teremos um lado mau e um lado bom, eu acredito que sim, o incrível é quando o mau é bem pior do que tudo o resto, e acaba a emergir de forma violenta, provocando danos irreversíveis. Como nos podemos proteger de pessoas causticas, de gente que parece vomitar a bílis, quando consideram que o Universo conspira para os magoar? Não se trata de Universo meus queridos, o que acontece é que toda a acção resulta em reacção, mais simples ainda, cá fazes, cá pagas, e na maioria das vezes, com juros altíssimos, daqueles que já nem os bancos dão.

O que pensas afinal, sim tu que me lês agora de sobrolho levantado? O que pensas quando estás a amassar a pessoa que te cuida, quando consideras que o teu ar é mais necessário do que o de todos os outros, e que o poder que te assiste hoje não se poderá quebrar amanhã, deixando-te tão vulnerável que até pedirias um abraço a um sem abrigo? Do que te proteges afinal quando atacas, será de ti mesmo, de tudo o que já te sabes capaz de fazer, sobretudo magoar e desprezar quem nunca se impediu de te amar, mesmo contra todas as expectativas e sinais? Será que em nenhum momento receias que a mão pesada da justiça divina caia feroz sobre ti?

Algumas pessoas são verdadeiros case study, porque têm comportamentos que ninguém explica, e parecem, quando julgaríamos que até tinham tudo, o melhor e o que procuramos todos, padecer de uma doença terminal que as mina de cima a baixo, empurrando-as para o lado mais negro que a escuridão encobre.

Na grande maioria das vezes não sinto nada, nem pena, nem raiva, mesmo quando grito e esperneio, tentando que vejam a luz antes que seja tarde, mas como não me cabe fazer de Deus, só me resta vê-las esborracharem a cara no chão e olhem que já vi umas quantas e não foi bonito. Quem sabe assim não aprendem? Lá estou eu como a mania de que o Pai Natal pode bem ter existido, mas apenas foi extinto!

Comentários