Blue Eyed Man Staring at the Mirror
Feelme/O tonto desistiu de quem poderia ser!Tema:Sentimentos!

O tonto perderá o amanhã na busca eterna do ontem. Correrá milhas de caminhos, dos quais já nem se recorda bem, na esperança de que a vida, a que acha que ainda lhe pertence, esteja lá. O tonto aceita e reconhece apenas amores pequenos, porque já teve um grande que o preencheu e passou tudo o que já perdeu, mas nem se apercebeu, não ainda, não porque continua atrás do que deixou de existir. O tonto não aceita quem o estiver a olhar, vendo-o pelo que se transformou e gostando, talvez por todos os mares que já atravessou. O tonto desiste de quem o está a amar, não percebendo que também ele poderá partir.

As horas repetem-se, dia após dia, mas mesmos que consigas ver cada segundo e minuto, não terás forma de parar nenhum e de voltar a sentir o sabor do ontem. Na memória deve apenas permanecer o que é recordável, por vezes até o menos bom, para que possamos entender, crescer e avançar. Na vida, no corpo, no hoje, terá que estar o agora, as coisas, os tempos, os sons, os toques e as pessoas que nos impedirão de regressar para o que já terminou. É neste momento e apenas neste, que poderemos mudar-nos e aos outros, sentindo o que fizer realmente sentido e sendo quem valer a pena manter.

O tonto nunca te encontrará, mesmo que se cruze com a tua luz. O tonto sê-lo-á sempre e não adianta que tentes fazê-lo regressar ao único tempo que tem, porque ele escolheu ficar onde nunca mais se encontrará, e apenas porque já não está mais lá...

0 Comentários