Pedi e tive!

affection, bench, hugging
Feelme/Pedi e tive!Tema:Desafio a duas mãos!

Fiz o percurso até onde certamente já me esperavas, a pensar em tudo o que tivemos antes. Sinto como que se o tempo tivesse galgado décadas e de repente, do nada, a idade, que não sentia, se apoderasse  de mim. Por vezes envelhecemos em dias, sobretudo quando cada um deles no testa até ao limite.

Já estamos bem para lá do início. Agora somos, tu e eu, pessoas novas, renovadas, e espero que mais capazes de enfrentar o que ainda virá e certamente que será muito. Os caminhos que me mostraste. Os lugares novos e os tempos que nunca colidiram, passaram a ser meus e a fazer parte do que sou já.

Estou a ver-te. Caramba, és mesmo um homem bonito. Conheço cada traço, porque sempre que adormecias, de sorrio nos lábios que não beijava apenas para não te acordar, percorria com os olhos a pele que enlouquece a minha, os olhos que parecem ler-me a alma. Os cabelos onde passo as mãos e sinto envolver-me em seda. Estás ali, de pé, à espera e eu quero tanto tocar-te.

Desta vez não houve palavras, não para além das que sempre nos dissémos. Desta vez os corpos falaram bem mais do que nós e deram-nos o que já quase nos enlouquecia a ambos. Os teus beijos são como os lembro e carregam tudo, mas mesmo tudo o que vou continuar a precisar. O teu abraço forte, que parece partir-me ao meio, é a confirmação de que me sentes e desejas. O respirar acelerado que se junta ao meu e nos impede de ouvir o que está à nossa volta, confirmam qualquer pergunta. Desta vez o amor foi mais violento, mas de outra forma nenhum sairia saciado. Não sei quanto tempo estiveste dentro de mim, não contei, mas senti cada espasmo e arrepiei-me em lugares que nem me lembrava de ter.

- Ainda duvidas de que é a ti que quero?
- Não querida, não agora, não depois de te voltar a ter.

Tive-te como te imaginei todos estes dias e pedi que me aceitasses, porque se não o fizesse, não teria forma de regressar ao que já era...

0 Comentários