adult, attractive, beautiful


Podes sempre definir-te, definindo o que é importante, e que importância terás tu mesma, na vida que carregas. Não podes continuar como se apenas fosses vendo um filme, vezes sem conta, não participando das cenas mais importantes, sobretudo se forem as tuas. A tua solidão, a que escolhes ter, só servirá se te entenderes, no silêncio e depois do que conseguirás ouvir, se estiveres mesmo atenta. Podes sempre definir-te, lembrando-te de que o tempo passa, demasiado rápido, sem qualquer contemplação para com os que hesitam. Podes sempre escolher as tuas próprias escolhas, sem que te impelem à transformação que não sentes.

Vejo-te perdida em pensamentos que mais ninguém parece saber ler. Vejo-te sem um formato para que te encaixes e que seja mesmo o teu. Vejo-te sem que te percebas que estás a ser vista e amada. Vejo-te e olho-te, sabendo que me olhas de volta, mas que nunca me vês, não a mim e não porque não sou eu.

Num abrir e fechar de olhos, podes perder tudo, até o que julgavas ter. Rapidamente, se não usares cada minuto, verás passar as horas que se transformarão em longos anos. Assim que te movas, sentirás que tudo o resto se moveu e que já não sabes nem como acompanhar a velocidade mais baixa.

Podes sempre definir-te, mas é bom que o faças agora!

0 Comentários