O que é a vida para ti?



A vida vai rodando e rodando, até que chega o dia (apenas para alguns infelizmente) em que percebemos estar a fazer umas quantas voltas ao contrário e então paramos, reavaliamos e valorizamos o que tem verdadeiramente valor. Nunca como hoje dei tanta importância ao silêncio e aos momentos passados com aqueles que me estão mesmo na pele e sem os quais não vivo, apenas sobrevivo, querendo apenas estar envolta no que me melhora e faz pensar, sim porque pensar resolve os problemas do mundo. Estou em total sintonia comigo e com o que me rodeia e relativizo ainda mais, mesmo que tal já me parecesse impossível, os pormenores técnicos, as picardias humanas envoltas em tanta desumanização, a pequenez e a inveja que ataca os desarredados de generosidade e respeito pelos outros. A vida tem-me levado muitos para bem longe, mas eu apoio-a sem questionar, porque é mesmo verdade que quem não está comigo, sabendo de que forma me ler e respeitar, não estará de todo. Assim o proclamo em edital!


A vida é muito mais simples do que nos parece, mas parece que decidimos acreditar que complicar faz parte e que só seremos parte de algo e de alguém se olharmos para o todo com preocupação desmedida e medos infundados. A vida é o agora se o soubermos respirar, mas será igualmente o depois, o que entretanto passou e nos fugiu sem que nos déssemos conta. A vida é o amor que podemos colocar em tudo, porque sem ele não somos muito mais do que o pó em que nos tornaremos. A vida és tu quando mereces ser reconhecido por mim e sou eu porque me valorizo o bastante para que desejes saber quem sou. A vida é isto que tens, porque não almejaste a mais, ou é tudo o que finalmente conquistaste, porque nunca te inibiste de sonhar, criar e fazer acontecer. A vida, para mim, tem que ser a cada dia muito mais e tem que me dar muito mais do que já visualizo, porque é na grandeza que descobrimos o que engrandece todos os outros e nos coloca na única posição desejada, bem à frente.

Publicar um comentário

0 Comentários