A era do faz de conta!

outubro 18, 2021


Não posso deixar de achar curioso que algumas pessoas permitam que determinadas características as definam, mantendo-as numa sombra que lhes encobre a personalidade. Temos de tudo, dos cabelos, às unhas, até às escolhas no que toca ao vestuário. 

Será uma forma intencional de camuflagem, para que se escusem a um escrutínio mais interno? Será que somos apenas o que aparentamos? Por esta altura já saberemos todos a resposta, mas quando a vontade de cada um parece passar mesmo por um escudo voluntário, escolho surpreender-me. Usamos todos umas quantas máscaras ( e já nem me refiro às protectoras), mas porque razão evidenciá-las, carregando-lhes na cor e no formato? Que medos e inseguranças terão colados à pele, para que se atribuam uma segunda, ou até terceiras?

Estimo que ainda terei pela frente uns quantos anos de autoconhecimento, mas continuo, de forma persistente, em busca do que me define e por isso mesmo, descasco a pele, camada por camada, diariamente e não me faz qualquer sentido acrescentar o que não me leva inteira aos outros, mas isso sou eu.

O que vestirão à noite, quando supostamente se despem do mundo que criaram e quem serão mesmo capazes de ver de cada vez que se olharem ao espelho?  

Estamos a viver claramente na era do "faz de conta"!

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.