Quero correr para ti!

outubro 16, 2021



Quero correr para ti. Quero abraçar-te e sentir que nos pertencemos. Quero que os nossos beijos nos falem sobre o que as bocas já não conseguem, porque as palavras deixaram de bastar. Quero que precises de mim, mas quero que sejas quem preciso. Quero que me mantenhas a salvo dos que me sugam as energias, mas quero que me vejas e que tires o tempo que o meu precisa. Quero que a tua força se envolva na minha e que juntos lutemos contra o mesmo mundo. Quero sentir que este amor é maior do que tudo o resto e que já não terei que esperar por nenhum outro.

Os meus dias passam por tudo o que quero e pelo que ainda sonho, mas pela dura realidade na qual não te tenho, não te conheço ainda e já duvido de que alguma vez possas chegar. O meu tempo corre à velocidade do meu empenho em estar mesmo aqui, mas por vezes torna-se dolorosamente lento, porque não tenho para quem correr. O meu olhar já é mais seletivo e até os meus sorrisos racionados, porque escolhi sentir com mais intensidade e com a verdade que me defina. O meu coração não deixa entrar quem o impeça de voltar a sentir como já sabe ser possível e por isso mesmo se instalou a impossibilidade de aceitar qualquer amor menor. O corpo mantém os desejos que o acordaram antes, mas não anseia por qualquer toque.

Queria correr para ti se fosses a pessoa que a minha tanto deseja e seguramente reconheceria, mas se não vieres enquanto a vontade sobrevive, já sei que não partirei triste, apenas mais vazia perante a incapacidade de te trazer até mim. Queria beijar-te sabendo que eram os beijos pelos quais esperei. Queria que precisasses tanto de mim que me pudesses encontrar. Queria que me mantivesses a salvo do medo que me invade de nunca te chegar a ter, mas o que mais queria era poder sentir, sem qualquer dúvida, que era meu o amor que mereço. 

Já quis tanto, mas por ora só queria mesmo saber quem és!

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.