Bottom Ad [Post Page]

Labels

Main Tags

Author Description

Hey there, We are Blossom Themes! We are trying to provide you the new way to look and use the blogger templates. Our designers are working hard and pushing the boundaries of possibilities to widen the horizon of the regular templates and provide high quality blogger templates to all hardworking bloggers!

Post Page Advertisement [Top]

Avançar para o conteúdo principal

Relacionamentos de caca!



Estou a uma unha de escrever uma dissertação sobre relacionamentos atuais. Os termos são mais do que muitos, é só escolher:

São as relações abertas, o poliamor, as trocas de casais, swings e outras variantes, mas até aqui tudo bem, desde que seja com o acordo das partes, cada um é livre de viver como deseja, onde a porca torce mesmo o rabo, é nas constantes traições emocionais e físicas, disfarçadas de "normalidade". Agora os chamados "normais" são considerados retrógrados. Pronto e parece ser este o caminho da evolução humana!

No meu estudo, a acontecer, terei que referir a insatisfação natural e constante de grande parte dos seres que povoam este universo, quer homens, quer mulheres. Só estão bem onde não estão (seguramente que isto vos faz recordar de uma música). Querem quem não têm e têm quem até deu algum trabalho a conquistar, mas após a conquista, o cansaço. Voltamos à história dos predadores, o que importa mesmo é a caçada, porque a caça em si...

Temos muita gente danificada por aqui, tanta que deveriam vir com um chip, ou algo que nos permitisse detetá-los a léguas. Não sabem do que padecem, por isso "medicam-se" a torto e a direito, mas sem prescrição adequada vão apenas atenuar a doença. Que se queiram manter doentes, é escolha própria, mas o constante arrastar de quem não deu para esse peditório, é que me remexe os fígados. Parecem ratos a sair da toca, mais desesperados do que os ditos cujos animais e só conseguem ver para a frente. "Quem é a próxima"?

Valha-me Nossa Senhora da Agrela, de onde vieram tantos imberbes? Não sei muito bem o que vos dizer ainda, mas prometo chegar lá, só tenho que os conseguir catalogar devidamente. Um dia volto.


Comentários