A mostrar mensagens de Setembro, 2019Mostrar tudo
Muito para lá de meio...

Já espreita mais um final de ano. Já se avizinham os inevitáveis balanços. Já se esfregam algumas mãos perante a urgência de continuar a construir! Tudo o que fazemos e deixamos por fazer, nos desfere resultados em div…

Será que sei ao que vou?

Temos que saber de que forma segurar nas mãos o nosso futuro, mas nunca será pacífico e certamente que ficaremos mais visíveis aos olhos dos outros pelo atrevimento e pela determinação. Supostamente não seria suposto saber…

Saber ao que vim...

Sei ao que vim. Sei o que ainda preciso de trabalhar para me sossegar. Sei o que me move e o que quase me impede de querer respirar. Sei tanto sobre tudo o que sou, mas ainda é tanto o que me falta, que por vezes permito que…

Sabes com quem é que sonho agora?

"Já não é contigo que sonho. Deixei de ter um rosto definido e passei a reencontrar-me, noite após noite, com um coração disponível e uma alma pura. As noites já não são para te reencontrar, mas para ir ao encontro de…

De que forma escolho?

Sou eu que escolho como viver. Sou eu que decido o que fazer de cada parte de mim, Sou eu, sozinha, que choro pelo tempo que me fizer falta e até que me seque por dentro. Mas não sou apenas lágrimas, sou mais sorrisos e r…

E se soubesse tudo?

Se soubesse tudo não viveria metade. Se as respostas aos apertos da vida fossem imediatas, acabaria por não fazer nenhuma, deixando-me apenas levar pelo seguro e óbvio. Se soubesse tudo nunca chegaria a provar dos teus b…