A mostrar mensagens de Junho, 2019Mostrar tudo
Qual é afinal o meu poder?

A ter algum, qual será  o meu poder  em relação a ti e ao que sentes? Não quero o  poder  de dominar, de subjugar ou sequer de influenciar, mesmo que pela positiva. Quero o  poder  de te manter e de saber o que te passo…

Deixei de querer o que não posso ter!

Deixei de me focar no futuro incerto, sobretudo quando falamos de relações. Deixei de achar que existem momentos certos, pessoas certas e relações para a vida. Deixei de me atirar para o desconhecido e passei a querer t…

Se não me amas...

Se não me amas ,   d everias ser capaz de o dizer, de o mostrar e de me deixar ir.   Quando digo que me tens bem dentro de ti não estou a fantasiar, estou apenas a tentar que entendas a dimensão do que imagino contigo, ma…

É tudo assustadoramente normal...

É assustadoramente normal saber o que tenho que fazer, de cada vez que sou testada. Há muito que não deixo nada por dizer,mas também há muito que o faço com a educação e formação moral que me caracterizam. É cansativo …

O que mudaria pela pessoa certa?

O  que mudaria pela pessoa certa?   Penso nisso algumas vezes, mas a minha vida está tão direccionada, construída e planeada, mesmo que a precisar de muitos outros planos, que chego a ter medo de não conseguir criar lugar…

E se pudesse voltar atrás?

Se pudesse voltar atrás, atrasando os ponteiros do relógio,o que será que escolheria mudar? Se pudesse mudar o presente que passou a ser o reflexo desmedido do meu passado, escolheria ter vivido mais, sentido a dobrar e …

Escolhas...

Escolhas que precisas que saber fazer. Decisões que te cabem, não importa o tempo que demore, porque se decidiste, vais ter que o saber gerir. Escolhas que até te poderão deixar sozinha, mas estando de forma inteira no p…

Abençoada liberdade emocional!

Abençoada liberdade emocional que me percorre as veias. Santa paz interior que se instalou sem que me desse conta, mas a contar para que dê cada vez menos importância ao que não é importante. Fantástica felicidade que ganh…

Acreditar pode mudar tudo!

Acreditar empodera-nos. Saber o que queremos, mesmo que não de que forma, faz-nos continuar. Procurar outras formas, de forma a enriquecer o que já temos, torna os dias mais plenos e com sentido! Sou capaz de tanto, cada…

Se não te respirar...

Somos um livro com dois volumes, faltando o primeiro o outro não tem como existir ou fazer sentido. És assim na minha vida, só estou completa se estiveres por perto e se te mantiveres a minha metade. Não concebo o amor d…

E senão sentirmos nada?

Cada um de nós terá uma temperatura corporal muito própria e conseguirá, ou não, tolerar as mais intensas. Sei que prefiro que o calor me aperte ou que o frio me gele, porque tudo, mas mesmo tudo, será melhor do que  não sentir…

Perdoaste-me...

Perdoaste-me , já o disseste, já o senti e também percebi que te tinha perdido mal o fizeste. Com o teu perdão foi-se a minha esperança e veio a minha culpa em dobro, o meu medo agora pacificado, sem as lágrimas descontrola…

Todos nós choramos...

Todos nós choramos   de uma forma ou de outra e pelos mais diversos motivos.  Choramos  quando termina um amor e quando não conseguimos manter o que tanto custou construir.  Todos nós choramos  de ódio, de raiva, ou apena…

Parceiros para sempre!

O Pedro e a Carlota são parceiros na guerra e no amor. Não se conseguem despegar um do outro e já lá vão seis anos de separação. Não passam um dia, que seja, sem se verem, ou falarem. Desculpam-se com as crianças, mas na r…

Ainda mais de mim!

Mais uma viagem. Mais umas quantas paragens para me abastecer emocionalmente. Mais uns testes à minha perseverança e determinação. Mais um tempo em função do tempo dos outros, os que amo incondicionalmente. Mais algun…

Afinal do que padeces, sabes?

Qual foi o diagnóstico e que " médico " te consultou?  Para saberes do que padeces  terás que fazer umas quantas reflexões, começando por parar de culpar tudo e todos pelo que te viste incapaz de concretizar. …

O tempo agora é meu...

Já te dei as mãos vezes sem conta. Já te ensinei o que sabia, até não conseguir saber mais nada. Já me importei tanto contigo, que deixei de saber o que significava importar-me comigo, a mais importante desta equação. Já t…